quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Booking Through Thursday - Primeiros Passos

"Há algo maravilhoso no acto de 'descobrir' um autor em início de carreira - em ser dos primeiros a ler a sua obra e a admirar o seu talento, antes de se tornarem conhecidos.
Que autores tiveste a sorte de descobrir no início das suas carreiras? E, se nunca tiveste essa oportunidade, que autor gostarias de ter descoberto mesmo no princípio?"

Foi uma escritora portuguesa que tive o prazer de descobrir em início de carreira, uma autora de que gosto imenso e está entre os indispensáveis da minha estante: Sandra Carvalho. Lembro-me de estar numa fase em que precisava de algo diferente nas minhas leituras, algo mais "crescido" e que me captasse a atenção. Tinha "descoberto" a Juliet Marillier à pouco tempo e depois de ter acabado a trilogia Sevenwaters, queria continuar a investir numa leitura do mesmo género pois era realmente aquele o tipo de leitura que me chamava a atenção.
E depois de ter andado à procura de algo novo eis que, um dia, a minha mãe chegou a casa com um livro com uma capa linda em tons de azul em que as nuvens formavam uma rapariga quase etérea que parecia vigiar o mar onde um barco viking navegava. Eu sempre gostei de histórias de vikings e fiquei realmente entusiasmada com aquele novo e bonitinho livro mas o delírio foi mesmo depois de o ler. Amei, amei, amei! O seu mundo, as lendas, as personagens inesquecíveis, a história em si mesma conquistaram-me. Li o livro numa noite e A Saga das Pedras Mágicas está a par da trilogia Black Jewels como livros mais lidos. Como fã incondicional desde o primeiro livro tenho imensa pena que o próximo volume da saga esteja a demorar tanto mas tenho a certeza que vai valer a pena.
Gostava de ter descoberto duas autoras em especial em início de carreira: Anne Bishop e Jacqueline Carey. Como duas das minhas autoras preferidas teria sido um prazer acompanhar a sua carreira desde o início e ter tido o gosto de dizer toda orgulhosa: "Antes de sequer sonhares com elas já eu tinha lido tudo o que há delas!". Isso é que tinha sido!

Sem comentários:

Enviar um comentário