sábado, 7 de janeiro de 2012

Opinião - Em Chamas

Título Original: Catching Fire (#2 The Hunger Games)
Autor: Suzanne Collins
Editora: Editorial Presença
Número de Páginas: 265


Sinopse
 Contra todas as expectativas, não só Katniss Everdeen venceu os Jogos da Fome, como pela primeira vez na história desta competição dois tributos conseguiram sair da arena com vida. Mas o que para Katniss e Peeta não passou de uma estratégia desesperada para não terem de escolher entre matar ou morrer, para os espectadores de todos os distritos foi um acto de desafio ao poder opressivo do Capitólio. Agora, Katniss e Peeta tornaram-se os rostos de uma rebelião que nunca esteve nos seus planos. E o Capitólio não olhará a meios para se vingar... O segundo volume da trilogia "Os Jogos da Fome" mantém um ritmo constante de adrenalina e promete tornar-se uma das leituras mais viciantes do ano.

Opinião 
 Após um início emocionante, capaz de parar corações e fazer as nossas mentes andar a mil hora, as vidas de Katniss e Peeta continuam depois de, contra todas as expectativas, terem ganho ambos os Jogos da Fome. Mas as repercussões não fazem esperar e ambos têm de aprender que não se pode desafiar as regras sem sofrerem as consequências. Principalmente quando as suas acções causam efeitos inesperados e ultrapassam tudo aquilo que poderiam imaginar.
 A primeira parte desta trilogia é intensa e vibrante, tendo-me agarrado às suas páginas de uma forma obsessiva que se transpôs para este segundo livro. A maior parte das opiniões que li diz-nos que este não causou a sensação do primeiro, que lhe faltou algo, outros elogiaram-no e dizem ter gostado do clima deste, diferente de Os Jogos da Fome. Geralmente, eu gosto sempre dos livros mais calmos e introspectivos e gosto de ver as mudanças que ocorrem e como isso afecta as personagens, principalmente em casos como este, em que se antecede o final e portanto respeita a máxima de «antes da tempestade, vem sempre a bonança».
Foi o que aconteceu com o Em Chamas. Este conseguiu chamar-me a atenção de uma forma que, pensando bem, faltou ao primeiro livro. Talvez por ser um bom seguimento de um bom livro. Muitos de vocês sabem como muitas vezes o livro a seguir nos pode desiludir, tirar a vontade de ler determinada saga. Com este volume é impossível não termos vontade de chegar ao fim, de não ler tudo até à última palavra.
As questões que ficaram sem resposta são agora respondidas e está na altura de os vencedores aceitarem que os seus actos trouxeram consequências que podem modificar muito mais do que o mundo que os rodeia. Ter de conviver com a realidade de que podemos tentar mudar tudo mas que as decisões já estão tomadas e não são a nosso favor, não é algo fácil e é uma das razões porque achei muito mais interessante o segundo livro. Uma coisa é as atitudes básicas da sobrevivência, outra é quando se “compra” uma guerra que não se queria e colocámos em perigo não só quem amamos mas o mundo em geral.   
Não há palavras que expliquem como foi, página a página, assistir aos medos, temores e aflições da Katniss. Esta é daquelas situações inimagináveis em que ninguém queria estar. Ter a sua vida controlada, o nosso destino traçado e ainda saber que condenámos tudo e todos. Como se não bastasse ter de lidar com tudo isto, ser fonte de inspiração para algo que nunca quisemos e ser colocada de novo dentro de um antro de caça para desta vez morrer. A forma como a escritora nos transmitiu tudo isto é de arrepiar e faz-nos pensar em questões que ultrapassam as de Os Jogos da Fome. A mim fez-me admirar a Katniss e agradecer por a autora ter construído uma protagonista deste calibre. Essa é uma das razões porque esta trilogia tem tanta força.
Uma situação que tem sido falada é a repetição dos Jogos. Depois de o ler, percebi a sua existência. Ter de retornar à arena, trouxe uma data de situações que deram ainda mais impacto à história apesar de que os Jogos em si não trouxeram nada de novo. Em geral, a atmosfera de rebelião, de desafio e temor que rodeia neste livro deu-me ainda mais vontade de ler o último livro e saber como vai acabar a luta contra o Capitólio.
A verdade é que já estou a ler a última parte. Veremos como tudo isto vai terminar….

6*

2 comentários:

  1. Uau!, leste este à velocidade da luz! Posso dizer que finalmente fiquei satisfeita em ler uma opinião que vai algo contra ao que tenho usualmente encontrado, referente a este “Em Chamas”. Deixa-me um pouco mais entusiasmada, o que é excelente. :)

    ResponderEliminar
  2. Pois foi xD também tenho tido tempo lool Não há nada como leres e ter a tua própria opinião ;) espero que esteja para breve essa leitura!

    ResponderEliminar