quinta-feira, 17 de maio de 2012

A Passear na Feira do Livro

Depois de uma semana complicada que ainda não acabou já que os professores não dão descanso, posso finalmente falar-vos das minhas visitas a um dos eventos mais importantes na minha vida desde que me lembro de ser gente: a Feira do Livro.


Este ano graças ao tempo medonho, apenas pude visitar a Feira em dois dias (e também graças ao raio da agenda apertada). Eu sei que isto é uma queixa geral mas não posso deixar passar em branco o calendário escolhido nos últimos anos. Eu fui uma daquelas felizes crianças que passava o Dia da Criança na Feira do Livro e graças ao sol era presença assídua quase todos os dias. A verdade é que a pessoa que me levava hoje já não está em condições para me acompanhar, os amigos ligados aos livros são poucos e o tempo hoje também escasso...mas a alteração do calendário também foi responsável pela alteração dos hábitos pois não dá vontade de nenhuma de andar a chuva a percorrer a Feira nem de andar com os livros dentro dos saquinhos não vá a chuva os estragar.
Isto porque tecnicamente eu fui três dias à feira, só que no primeiro chovia tanto que eu nem cheguei perto dos stands. Quero a minha Feira em Maio/Junho outra vez para o ano, por favoooor!!

Mas chuva e ventania a parte, lá consegui colocar os pezinhos no Parque Eduardo VII!
Numa primeira visita com a mãezinha no Dia da Mãe, não vi a feira toda pois não estava com muito tempo e quando cheguei à Leya apanhei com  o Ruca e o espaço cheio como tudo, em que as criancinhas andavam ali quase perdidas, tal era a confusão que voltei para trás e lá me dirigi ao sítio do costume até porque este ano tínhamos livros a €5, campanha que fui aproveitar na SdE, trazendo três livrinhos para casa. Comprei portanto:

O Prestígio de Christopher Priest €5
Jovens Lobos de Simon Scarrow €5
Sangue do Assassino de Robin Hobb €16

 

Numa segunda visita, no penúltimo dia da Feira, fui acompanhada pela Kel do A Rapariga dos Livros, que coitada esteva à minha espera debaixo daquele calor e carregada de saquinhos e eu ainda a fiz correr os alfarrabistas e ir até aos Livros do Brasil! Uma tarde bem passada numa óptima companhia, apesar do calor em excesso. Eu seu só me queixo do tempo!
Como disse acima, descobri os alfarrabistas, yeah!, aproveitando para fazer umas comprinhas mais económicas apesar de ter ficado um pouco melindrada porque num dos stands encontrei dois livros da Anne Rice que me faltam por agora e os dois últimos da Tapeçaria de Fionavar mas não vendiam esta última em separado, teria de trazer a trilogia toda e quanto aos da Anne, teria de trazer os dois volumes correspondentes a um só livro, o que não me interessava. O caso foi resolvido, e posso não ter trazido os da Anne mas os do Gavriel vieram pois estavam ao mesmo preço no stand da editora que estavam no tal stand de alfarrabista. Conclusão, trouxe mais estes:

Refúgio
Inocência Perdida
Refém do Amor

Todos da Nora e todos a €5  


E mais estes:

O Fogo Errante
A Senda Sombria 

de Gavriel Kay a €5


Resultado: Trouxe mais livros do que o ano passado e gastei o mesmo!

5 comentários:

  1. Lá está o livrinho azul :D

    Este tempo anda doido, também chuvisca sempre na do Porto, mesmo já sendo em fins de Maio, princípios de Junho. :S
    Mas belas compras, e belos preços!! isso sim são preços de feira.

    ResponderEliminar
  2. Anda mesmo =S

    Acho que me posso dar satisfeita com as compras este ano/mês =D Os da Nora foram um completo achado!

    ResponderEliminar
  3. Nunca fui à Feira noutra altura que não esta, mas gostava que mudassem. Passei a primeira semana da Feira frustradíssima porque só chovia quando eu tinha disponibilidade de lá ir. xD

    Boas compras! Achei hilariante, essa de se ter de comprar os livros todos da trilogia do GGK no alfarrabista. Seria giro se acontecesse ao contrário, com as pessoas interessadas nas Brumas de Avalon da Difel exigirem que eles tivessem os quatro livros ao mesmo tempo :P

    ResponderEliminar
  4. Ois,

    Por acaso nas minhas deslocações tive sempre sorte com o tempo e passei bons momentos de convivio com a malta.

    Tambem aproveitei e comprei a trilogia do Gavriel Kay, entre muitos outros livros que me foram recomendados e por mais estranho que pareca o livro mais caro foi 15 € do Vitor Frazão, que se reuniu com a malta...já o li e adorei.

    Nada como ir às alfarrobistas, ainda acabei por comprar Gene Wolfe e MZB (A Casa da Mulher Tigre)

    Seja como for boas compras, tens ai muita coisinha boa para ler logo boas leituras.

    BJ

    ResponderEliminar
  5. p7 tenho imensas boas lembranças dessa altura =D

    Infelizmente, com a chuva, não é toda a gente que está disponível para andar aquilo tudo com um mau tempo de primeira...e depois consegue ser tão inconveniente não é?xD

    Era não era? O problema é que a senhora foi muito mal educada e podia ter dito a primeira que todos os livros ali eram vendidos assim, eu escusava de ter perdido tempo a fazer perguntas para não levar nada. Azar o dela...


    Paulo, isso é muita sorte! Cá para mim conheces o São Pedro!loool
    Tive pena de não trazer nada da Argonauta mini mas como volta e meia aparecem na Feira da Gare do Oriente, não é problemático =P

    Eu não é costume mas este ano não resisti. Por acaso encontrei a Coleen, o terceiro da série de Roma mas como eles não tinham o primeiro não o trouxe...mas é uma recomendação que não está esquecida ;)

    Muito Obrigada, neste momento já não tenho espaço para tantos livros que chegaram este mês lool

    beijinhos

    ResponderEliminar