domingo, 21 de outubro de 2012

Opinião - O Grande Amor da Minha Vida

Título Original: The Bronze Horseman (#1 Tatiana e Alexander)
Autor: Paullina Simons
Editora: ASA
Número de Páginas: 688

Sinopse
 Tatiana vive com a família em Leninegrado. A Rússia foi flagelada pela revolução, mas a cidade mais cosmopolita do país guarda ainda memórias do glamour do passado. Bela e vibrante, Tatiana não deixa que o dramatismo que a rodeia a impeça de sonhar com um futuro melhor. Mas este será o pior e o melhor dia da sua vida. O dia assombroso em que conhece aquele que será o seu grande e único amor. Ameaçados pela implacável máquina de guerra nazi e pelo desumano regime soviético, Tatiana e Alexander são arremessados para o vórtice da História, naquele que será o ponto de viragem do século XX e que moldará o mundo moderno.

Opinião 
 Paullina Simons nasceu em Leninegrado em 1963, em plena União Soviética. Quando tinha 10 anos, mudou-se com a família para os E.U.A e assim que aprendeu inglês começou a dar forma ao seu sonho de ser escritora. Graduou-se em Ciência Política na Universidade do Kansas, trabalhou como jornalista financeira e tradutora e, foi com a publicação do seu primeiro romance Tully que finalmente alcançou o seu sonho de infância.

Entre 8 romances, que estiveram muitas vezes nas listas de bestsellers de vários países como Nova Zelândia e Austrália, e um livro de cozinha baseado na sua trilogia mais conhecida, Tatiana e Alexander. Foi com esta trilogia que Paullina alcançou um êxito imenso e onde a autora pode transmitir a influência das suas origens, as histórias que ouviu dos avós, sobreviventes da época mais pesada do seu país natal e a fuga de um mundo opressor para viver um sonho. Traduzido em mais de 30 países, o primeiro volume da trilogia chega agora a Portugal para levar os seus leitores para o Leste de uma Europa onde o brilho do passado se desfaz nas garras da sobrevivência.
Ao olharmos para o tamanho de meter respeito de O Grande Amor da Minha Vida não imaginámos a sensação avassaladora que nos irá tomar durante a sua leitura, não nos apercebemos que ele está longe de ser o típico romance mas uma jornada de coragem, sofrimento, sacrifício e amor capaz de nos transportar para o frio e desolação de uma Rússia prestes a cair do seu pedestal inabalável para a negritude em que a Europa está submersa. Através da sua escrita intensa e sensível, Paullina proporciona-nos um contraste entre o frio e o calor, entre o dia e a noite, a paz e a guerra. Tanto capaz de nos descrever os acontecimentos mais cruéis como os mais doces, a autora permite-nos sonhar e acreditar num momento e retira-nos toda a esperança no outro para depois nos relembrar que o ser humano tem uma força inesperada que desconhece.
Com um início arrebatador este livro agarrou-me desde a primeira página até a última, num relato onde as emoções estão a flor da pele, onde sentimos cada perda e cada sorriso de uma forma tão absoluta que parece que estamos dentro do livro lado a lado com as personagens. A história de amor de Tatiana e Alexander está recheada de momentos intensos, onde sentimos cada palavra, cada gesto como se nos fossem dirigidas. Sentimo-nos assolados pelos seus sentimentos, pela forma como se amam, como lutam um pelo outro, como são capazes de se afastarem sem olharem para trás para protegerem a pessoa que mais amam. Toda a beleza e sentimento desta relação irão acompanhar-nos em cada página em que acreditámos e sofremos com eles, naquela que é, provavelmente, uma das maiores histórias de amor que já li. Não há palavras para descrever a entrega e o sacrifício que marcam esta união do destino, a forma como este amor cresce como uma flor no meio de tanta atrocidade e dor arrepia-nos e transcende-nos de uma forma tão soberba que é difícil explicar tudo aquilo que passámos ao longo desta leitura.
Mas mais do que um romance, este livro é um relato histórico do dia-a-dia de um povo em guerra que se achava protegido, o mais forte de todos, inquebrável. Acompanhar cada acontecimento do bloqueio de Leninegrado leva qualquer leitor ao sentimento de impotência, às lágrimas de frustração e sofrimento e, depois, a consternação e a aceitação das maiores atrocidades que se podem imaginar. O rigor histórico com que autora marcou esta narrativa deu-lhe vida, sobriedade, um espírito único que torna este livro inesquecível. Muitos dos momentos que acompanhámos durante a leitura deste livro nunca mais nos abandonarão pois é impossível esquecer as tantas vítimas desta guerra. Aquilo que senti ao longo desta leitura deixou-me assoberbada, revoltada, desejosa de evitar toda a dor, de estar ao lado das personagens a dizer-lhes para não desistirem, mesmo que não fosse preciso.
Se esta história tem um poder inigualável, as suas personagens são inesquecíveis. Dotadas de uma beleza tão crua quanto as paisagens brancas da Rússia, todas elas são exemplos perfeitos de um povo cuja força era maior do que alguma vez se podia crer. Cheios de força e de um espírito de entrega, é bastante fácil apaixonarmo-nos pelo casal Tatiana e Alexander. Ela é alma benfeitora que dentro de um corpo fraco enfrentará todas as adversidades, será capaz de tudo pelos que mais ama, será protagonista dos momentos mais sentimentais deste livro mesmo sendo apenas uma ingénua menina de 17 anos, ela é a prova que o coração tem forças que até o próprio desconhece. Já Alexander é um misto do poder masculino com a sensibilidade e fará os corações disparar em cada momento pela sua entrega, pela sua honra e confiança, pela sua comiseração e por ser capaz de tudo por Tatiana. As restantes personagens são também elas cheias de humanidade, desde os maiores defeitos às qualidades, desde as suas fraquezas aos seus desejos e irão estar tão presentes nesta leitura como o casal protagonista.
As relações entre as várias personagens protagonizam momentos de uma soberba qualidade onde o ser humano se ultrapassa, podendo tanto fazer-nos odiar como chorar de pena ou, então, sorrir que nem tontos, colocar expressões de escárnio nos nossos rostos ou apertar-nos o coração de tanta dor. Esta é uma leitura onde se vive, se cresce e aprende, onde cada momento deixará uma marca em nós.
Um dos livros mais belos do ano, convido todos os leitores a ganharem coragem para enfrentarem as 688 páginas deste livro pois nunca se irão arrepender de ler cada uma delas. Preparem-se para uma das viagens mais belas e românticas da vossa vida porque este livro é muito mais do que podem imaginar.

7*

22 comentários:

  1. Adorei a opinião Patrícia!! Muito boa, eu gosto mto das opiniões, a ver se comento mais :D

    é mesmo um livro fabuloso, mas que pode levar mta gente ao engano com o título que a ASA escolheu :( não é de todo o típico romance que se tem publicado por aí.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Muito Obrigada Mafi!!=D Também acho, tens de cá vir mais vezes!

    Eu detesto o título, digo isto desde que ele saiu até porque tenho uma relação especial com o título original e o meu medo também é esse, visto que é um livro grande e muitos perdem a coragem de o ler pelas duas coisas =(

    beijinhooo

    ResponderEliminar
  3. Vou ter mesmo de arranjar tempo para ler o livro.

    ResponderEliminar
  4. Adorei a opinião, estou a desejar que o meu chegue a casa. Estou muito ansiosa para ler este livro!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada!!=D

      É um livro fabuloso, não há palavras para o descrever =)

      Eliminar
  5. Olá,

    Bem a ver se o consigo encontrar, parece muito interessante. Sabe bem por vezes lermos algo diferente da Fantasia FC e Romance Histórico.

    Excelente comentário, por vezes custa vir aos blog todos de quem gostamos, ficamos com muitas tentações :d. a carteira zanga-se, mas de outra forma muitos livros assavam-nos ao lado, algo que mesmo assim acaba por acontecer :D

    BJS

    ResponderEliminar
  6. Olá Paulo =)

    Muito obrigada! Foi um livro que me deu um imenso prazer de ler apesar do seu tamanho gigantesco xD são tantos livros e tantos blogues que as tantas andámos totalmente perdidos xD

    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Não sei por que é que as pessoas mencionam sempre o tamanho dos livros. Eu prefiro muito mais ler um livro grosso do que uma coisita de 200 páginas. Portanto para mim nunca é "apesar" nem é preciso "coragem". :) E este é maravilhoso.

    ResponderEliminar
  8. Boa noite Anónimo =)

    Eu concordo consigo mas visto que a maior parte das pessoas se assusta com o tamanho dos livros, decidi referir isso mesmo para perceberem que este é um livro que vale a pena, independentemente do tamanho que tenha ;)

    ResponderEliminar
  9. Eu peguei neste livro por causa da capa e porque adoro tudo o que está relacionado com a Rússia, mas depois de uma opinião destas... uau! Fiquei com uma vontade enorme de ler o livro.

    ResponderEliminar
  10. Obrigada!=D Espero que gostes tanto quanto eu e que não te tenha aumentado as expectativas de forma exagerada mas antes incentivado a leres este livro com uma visão diferente =)

    ResponderEliminar
  11. Eu realmente aprecio um livro grosso e não me importo nada de ler um livro com 600 ou 700 paginas, mais vale dar dinheiro por um livro grosso do que dar o mesmo dinheiro por um livro mais fino. Estou de olho neste livro :)

    ResponderEliminar
  12. Sim, leste e escreveste opinião :)
    Foi uma leitura avassaladora, sem dúvida :)
    Fiquei apaixonada pela Rússia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ainda penso neste livro às vezes =) Ai Setembro que não chegas...

      Eliminar
    2. Eu fiquei a tremer após a última página... chorei baba e ranho. Eu sei, imagem nada bonita, mas é verdade!

      Até tenho medo que não editem os outros!

      Eliminar
    3. Também eu ;_;

      o segundo podes ficar descansada =)

      Eliminar
  13. Desculpa estar a meter a colher, mas sabes se ainda vão publicar os restantes? Não encontro nenhuma informação...

    cumps

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara!

      Esta é uma trilogia muito grande e por isso demora a traduzir. O que aconteceu foi que o segundo devia ter sido publicado o mês passado mas só saíra em 2014. Mas podes estar descansada que vai sair mesmo ;)

      Boas leituras!

      Eliminar
  14. Olá Boa noite :) Alguém pode dizer-me como se chama o segundo e o terceiro volume e quando está o segundo volume disponivél? Estou ansiosa... amei o livro reli cada frase cada paragráfo com tanto entusiasmo q quando die por mim o livro tinha chegado ao fim e eu fiquei super triste. Tenho que estar até hoje á espera do resto da história :( Obd :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Elizabete!

      Ambos os livros irão sair para o ano segundo a editora, o segundo em Abril e o terceiro em Agosto... Quanto a títulos não sei porque nomes a editora irá optar, em inglês o segundo chama-se Tatiana and Alexander e o terceiro The Summer Garden.
      Como eu a compreendo! Este livro foi um marco do ano passado e estou desejosa para ler os restantes!

      Eliminar