domingo, 21 de outubro de 2012

Quem Faz Anos Hoje?

Nascida no ano em que o Mundo passou do brilho e do encanto para uma década que antecederia as maiores mudanças do mundo moderno, esta autora foi galardoada com 5 prémios Hugo, 5 prémios Nébula, entre outros tantos, e é reconhecida como uma das maiores autoras da Ficção Científica na sua vertente ecológica.
Hoje chega a idade de 83 anos e os fãs irão adorá-la durante muito, muito tempo.
Os nossos Parabéns a...

Ursula K. Le Guin


Biografia
Nasceu neste dia do ano de 1929 no estado da Califórnia, em Berkeley, e era filha de um antropólogos mais eminentes da época, Alfred L. Kroeber e da sua esposa, também antropóloga e escritora, Theodora Kracaw Kroeber Quinn. A carreira dos pais irá influenciá-la para o resto da vida, desde o seu interesse desde pequena por mitos e lendas como nas temáticas dos seus livros.
Precoce na escrita, aos 11 anos enviou o seu primeiro conto para a Astounding Science Fiction, tendo sido recusado. 
Em 1951 graduou-se em Radcliffe e no ano seguinte especializou-se em línguas latinas na Universidade de Columbia. Quando foi estudar para França conheceu o historiador Charles Le Guin com quem casou em 1953 e teria tanta influência nas suas obras como os seus pais. Ursula ligaria para sempre as suas obras ao social, à humanidade e a todos os factores ligados a ela.
A autora nunca desistiu da escrita e o seu interesse crescente por esse género efervescente que começava a invadir as prateleiras das livrarias, a Ficção-Científica, deu-lhe o empurrão que faltava e na década de 60 o seu trabalho já era publicado regularmente e na década seguinte, seria finalmente reconhecida ao receber o Hugo e o Nébula por A Mão Esquerda das Trevas
Regressou aos E.U.A onde ensinou francês em várias universidades até se dedicar apenas à escrita. Vive em Portland, no estado de Oregon, desde 1958, onde criou os seus três filhos e hoje é a avó orgulhosa de quatro netos.
Para além dos seus livros, contribuiu com vários contos em revistas e antologias, escreveu livros de não-ficção e fez trabalhos de tradução.


Bibliografia

Série Hainish
Planeta do Exílio 1966
O Mundo de Rocannon 1966
A Cidade das Ilusões 1967
A Mão Esquerda das Trevas 1969
Os Despojados - vol. I e II 1974
Floresta é o Nome do Mundo 1976
O Dia do Perdão 1995
Worlds of Exile and Illusion  1996
The Telling 2000

O Ciclo de Terramar
O Feiticeiro de Terramar 1968
Os Túmulos de Atuan 1970
O Outro Lado do Mundo 1972
Tehanu, o Nome da Estrela 1990
Num Vento Diferente 2001
Tales from Earthsea 2001


O Tormento das Trevas 1971

 Tembreabrezi - o Lugar do Início 1980
Lavínia 2008

Não traduzidas para português existem mais 4 séries (Adventures in Kroy, Catwings, Chronicles of the Western Shore e Unreal and the Real), 7 livros independentes, entre tantos outros trabalhos

Eu e as suas Obras
Comecei a ler Ursula Le Guin este ano no mês de Março com as edições da Argonauta dos primeiros três livros de Terramar e foi uma das experiências literárias mais maravilhosas por que passei. Livros cheios de ambiguidade e mensagens que eu não teria entendido aos 12, 13 anos quando lia a colecção Estrela do Mar da Presença, por isso, não me posso arrepender de ter lido os livros da autora tão tarde nesta minha vida de leitora.
Tenho neste momento em casa mais dois livros de autora e estou desesperada para ler Lavínia, que me cheira ser uma adaptação de qualidade da história da Eneida
Ursula deu-me a Ficção-Científica, esse género de que fugi tantos anos, de uma forma soberba e brilhante que poucos puderam igualar.

Opinião Feiticeiro de Terramar
Opinião Os Túmulos de Atuan
Opinião Do Outro Lado do Mundo 

 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário