sábado, 8 de dezembro de 2012

Opinião - Paixões Secretas

Título Original: Envy (#3 Princesas de Nova Iorque)
Autor: Anna Godbersen
Editora: Presença
Número de Páginas: 280

Sinopse
Este terceiro volume da série As Princesas de Nova Iorque tem início após o emocionante regresso de Elizabeth Holland. Manhattan espera ansiosamente que ela retome o seu lugar nos píncaros da vida social. Contudo, Elizabeth tem outros planos e recusa-se a retomar o seu lugar ao lado da irmã, Diana, começando a levantar dúvidas sobre o que se passará por detrás das portas da mansão da família Holland. Entretanto Henry e Penelope são agora o casal sobre o qual convergem todas as atenções, mas apesar do brilho do anel de diamantes no dedo de Penelope, os recém-casados pouco mais partilham além de um mútuo desprezo. Caroline Brand, a ambiciosa amiga de Penelope, é agora a rica herdeira na mira da imprensa. Na verdade, para Caroline nada está garantido, sobretudo desde que alguém anda a passar certas informações aos sequiosos jornalistas... E assim se vai desenrolando a vida das classes altas na Nova Iorque em finais do século XIX, as faustosas aparências escondendo segredos inconfessáveis, amores proibidos, inveja e traições...
Anna Godbersen faz uma admirável reconstituição da época e cativa os leitores numa trama onde os amores podem nem sempre ter um final feliz mas a que não falta a sagaz perspectiva de humor.

Opinião
Nascida em 1980, Anna esteve sempre ligada a literatura de alguma forma. Estudou Escrita Criativa e Inglês na Barnard College, fez crítica literária no website da revista Esquire onde era também assistente do Editor Literário, trabalhou também no The New York Times mas foi pelo seu sucesso como escritora que ficou conhecida. Em 2007, o seu primeiro livro, Rebeldes, foi publicado e tornou-se num bestseller rapidamente. Actualmente tem cerca de 30 edições e foi o primeiro volume de uma série que tem arrebatado os fãs de Gossip Girl e Edith Wharton, por juntar romance de época com as intrigas, rumores e segredos que giram a volta do público feminino da sociedade alta nova-iorquina.

A viver em Brooklyn com o marido, a autora tem em mãos uma nova série que se situa no final dos loucos anos 20 americanos mas a série As Princesas de Nova Iorque continuam em alta. Depois de Rebeldes ter estado quatro semanas na lista de bestsellers do The New York Times e do impacto que causou nos leitores, em 2011 os produtores de Gossip Girl anunciaram a adaptação cinematográfica da série pelas suas mãos.
Depois de um volume recheado de revelações e acontecimentos inesperados, Paixões Secretas chega-nos rodeado de glamour, intriga e decepção, onde nada pode ser dado como adquirido, onde o amor é um luxo e a confiança um erro, onde a ascensão é rápida mas a queda pode ser fatal. Numa sociedade em que os rumores podem destruir sonhos, onde o dinheiro combate a tradição, quatro jovens partilham o estrelato num palco em que a inveja corroí a beleza e a rivalidade entre elas é um jogo de sorrisos falsos, conspirações e chantagens, onde as regras só se cumprem nas aparências. Godbersen transporta-nos, mais uma vez, para a Nova Iorque do virar do século, que representa um retrato cínico e ostentoso das classes altas, numa narrativa cheia de brilho e rebeldia que fará o leitor devorar com avidez cada uma das suas páginas, ansioso por descobrir todos os segredos que se escondem por trás de espelhos dourados e debaixo dos dosséis de princesa. Esta é uma série onde as ilusões são feitas de vestidos e jóias elegantes, onde uma face angelical pode ser uma máscara para uma alma indomável e, cada palavra, cheia de segundos sentidos, revela-nos sentimentos inesperados, segredos impróprios e traições vis, que agarram a atenção do leitor e aguçam a sua curiosidade, levando-o a partilhar tristezas e desilusões, alegrias e esperanças, enquanto os vestidos roçam os chãos imaculados de mármore, as carruagens levam-nos numa fuga ao destino ou a um encontro apaixonado e as escrevaninhas escondem cartas que nenhum olhar pode ver. De bailes e jantares até a privacidade dos quartos e salas familiares, as nossas jovens são movidas por ambições diferentes e nenhuma aceitará a derrota, ignorando tudo e todos para atingirem os seus objectivos. Vitórias certas são quebradas por actos de coragem, as derrotas podem ser salvas por coração e acções impetuosas podem condenar uma reputação. Tudo depende das palavras certas, do tamanho dos sorrisos e a quem se dá a mão porque confiar na pessoa errada é dar-lhe trunfos para a própria condenação.
Cada uma das nossas protagonistas é uma jóia de valor incalculável e cada uma delas tem fraquezas, desejos, vontade própria e uma mente arguta que as leva a lançar os dados e a apostarem tudo o que têm num tabuleiro de aparências, mentiras e falsas amizades. Sonhadoras, lutadoras e ambiciosas, movidas por amor ou poder, liberdade ou estatuto, elas cruzar-se-ão em encontros emocionantes, conspirarão envoltas em sedas e veludos e vão surpreender sempre com a sua desenvoltura, espírito sobrevivente e ideais. As acções das nossas protagonistas são recheadas de emoção e, planedas ou impulsivas, terão consequências que podem alterar o destino de cada uma. Num cenário de riqueza, luxo e falsidade, cada gesto é medido, cada passo em falso pode custar mais do que se está disposto a pagar.
O seguidor da série poderá ficar admirado com as mudanças ocorridas neste volume e no quanto as personagens cresceram e aprenderam. Cada momento terá um clímax surpreendente, levando as personagens por caminhos inesperados e desenvolvimentos que arrebatarão a atenção do leitor. A escrita de Anna é fluída, cheia de vida e ironia, jovem e arisca, conquistando adolescentes ou mulheres sonhadoras e levando-nos a todas para um cenário de brilho e luxo. Uma série nitidamente feminina, As Princesas de Nova Iorque prime pela argucidade e inteligência das suas personagens femininas mas não deixa de ter em atenção os jovens que fazem os corações das nossas Misses bater, imprimindo em cada um deles o espírito de uma época de abusos, vícios e normas.
Cada vez gosto mais desta série e é com um sabor agridoce que me apercebo que só falta mais um para Elizabeth, Penelope ou Diana ficarem a conhecer o que o destino lhes destinou. Rezo para que o livro chegue rápido mas ao mesmo tempo sei que queria mais tempo nesta sociedade. É um dilema que todo o leitor sente quando está satisfeito com o que lê.
Na idade da inocência, nenhum deles é inocente, nenhum está seguro das maledicências e amar é um crime contra as convenções. Numa série de luxo, Godbersen é uma aposta para os que gostam de romances de época numa vertente mais juvenil mas que não deixa de ter qualidade e que conquista ainda mais o leitor com cada livro. Prestes a chegar ao fim, a publicação do último volume ainda está no segredo dos deuses mas os fãs aguardam com expectativa, aquele que será um dos finais mais emocionantes de sempre.

6*

As minhas opiniões da série:
Rumores

6 comentários:

  1. Eu já li o primeiro e gostei bastante :)
    Queria ver se lia o 2 e o 3 este mês!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma série muito gira Sandra, acho que poucos têm noção da qualidade dela =) espero que a Presença não perca a coragem e edite rapidamente o quarto e último =$

      beijinhos

      Eliminar
  2. Eu só vou ler quando a Presença publicar o 4º Por amor de deus, tanto tempo para editar 4 livros... -_-

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, não se compreende =s eles já deviam ter acabado esta e já ter começado a segunda dela!

      Eliminar
    2. Pois e' o meu medo e' que nao a completem... :(

      Eliminar
    3. Bem também já só falta o "Splendor" por isso vamos ter esperança =) do "Rumores" para o "Paixões Secretas" foi dois anos por isso é em 2013 xD

      Eliminar