sábado, 27 de abril de 2013

Opinião - Promessas de Amor

Título Original: His At Night
Autor: Sherry Thomas
Editora: Quinta Essência
Número de Páginas: 372

Sinopse 
 Elissande Edgerton é uma mulher desesperada, uma prisioneira na casa do tio tirano. Apenas através do casamento pode ela reivindicar a liberdade por que anseia. Mas como encontrar o homem perfeito? Lorde Vere está habituado a armadilhas irresistíveis. Como agente secreto do governo, localizou alguns dos criminosos mais tortuosos em Londres, enquanto mantém a sua fachada de solteirão idiota e inofensivo. Mas nada pode prepará-lo para o escândalo de ser apanhado por Elissande. Forçados a um casamento de conveniência, Elissande e Vere estão prestes a descobrir que não são os únicos com planos secretos. Com a sedução como única arma - e um segredo obscuro do passado a pôr em risco as vidas de ambos - poderão eles aprender a confiar um no outro, mesmo enquanto se entregam a uma paixão que não pode ser negada?

Opinião

  Quando aos treze anos chegou aos EUA, Sherry teve a necessidade de se munir de um dicionário de chinês-inglês que lhe serviu para aprender uma nova língua através das páginas de romances históricos como Sweet Savage Love e, ao fim de um ano, já conseguia ler romances deste género com umas impressionantes 600 páginas.  Apesar deste amor as letras e de continuar a devorar romances, Sherry formou-se em Economia e Contabilidade mas anos mais tarde, toda as leituras e horas laboriosas a tentar traduzir todo um vocabulário impregnado de paixão e desencontros, levaram-na a iniciar ela própria uma carreira enquanto escritora do género.


  Hoje uma das autoras mais aclamadas da actualidade no género do Romance Histórico, Sherry já foi premiada com vários prémios, entre eles, uns quantos RITA. Autora de sete romances, dois contos e prestes a estrear-se na fantasia juvenil no final deste ano, esta autora de raízes asiáticas tem já uma carreira promissora pela frente que promete melhorar a cada livro.


  Promessas de Amor, considerado o livro mais romântico do Verão de 2011 e vencedor de um RITA, é o terceiro livro da autora publicado por cá pela Quinta Essência e um dos mais consagrados da autora.


  Ela tem de fugir. Ele tem de continuar a fingir o que não é. Ligados por artimanhas, segredos obscuros e planos furados, Elissande e Vere são unidos contra vontade, por necessidade e por escândalo mas nenhum deles sabe que para além de partilharem uma aliança e uma cama, também partilham sonhos de liberdade e fuga da solidão, pesadelos e almas inesperadas. Eles são mais parecidos do que querem ser e, ao contrário do que querem transparecer, o seu casamento de conveniência pode ser muito mais do que isso.

Quando li um livro de Sherry pela primeira vez soube, instantaneamente, que nunca mais iria conseguir fugir dos seus romances nem o iria querer. Capaz de colocar irreverência e originalidade numa mistura de gargalhadas e paixões acesas, onde o amor vai-se construindo sobre alicerces de camaradagem e compreensão para além do desejo, esta autora revoluciona o género e torna os seus leitores tão exigentes que é quase impossível não ter os seus romances entre os preferidos. Com uma escrita fluída, apaixonante, de uma mestria bela e encantadora, esta autora dá mais uma vez vida a um amor cheio de imperfeições que caminha por entre um caminho tortuoso de segredos e mentiras. Mais uma vez ela mostra que o felizes para sempre é feito de confiança, de entendimento, de aceitação. Mais uma vez ela conta-nos uma história de desejos e sonhos, de duas almas que procuram um abrigo nas suas vidas tempestuosas.


  Situado temporalmente quatro ou cinco anos depois dos acontecimentos de Um Amor Quase Perfeito, este livro revisita algumas personagens secundárias do livro referido mas conta uma história completamente independente do anterior. Recheada de situações caricatas e desenganos, esta história é feita de uma teatralidade única cuja sinceridade é vista apenas pelo leitor. Usada como forma de protecção pelos personagens, ela mostra o quanto o ser humano pode ter dois lados, o quanto as acções têm de ser vistas pelos seus motivos e motivações, o quanto o medo pode fazer-nos esconder por trás de uma personagem.


  Com um enredo que se desenvolve de forma fluída e cujas várias histórias se interligam de forma eficaz e coerente, este livro não é só uma história de amores e paixões. Tem mistério, um pouco de policial e espionagem, tem arte, tem pormenores históricos que delicia quem gosta deste tipo de coisas, tem tudo aquilo que o que faz um bom romance cuja narrativa é muito mais do que seria de esperar. A forma como a autora toca em diversos temas como as linhagens obscuras, o enriquecimento de uma nova classe social, as regras sociais ou até mesmo as questões políticas, levam a que este romance tenha uma credibilidade e um interesse que faltam a muitos romances do género. Há um cuidado especial que deve ser apreciado mas nunca podemos esquecer a forma bela e doce como o amor é visto e construído, como a relação dos protagonistas e não só, vão evoluindo ao longo das páginas, porque esta é uma história de amor mas não se centra só nele.


  Mais uma vez, a autora criou personagens vivas, humanas, amorosas e detestáveis, para dar vida a história que escreveu. Diferentes e únicas, tímidas ou vívidas, corajosas e obscuras, elas apaixonam-nos e fazem-nos partilhar das suas vivências e sensações. Sem dúvida que a personagem mais forte do livro é Lorde Vere. Ao escolher representar alguém completamente diferente do que é, alguém insolente, idiota e assaz pouco conveniente, Lorde Vere dá-nos um lado que poucas vezes vemos nos protagonistas e que consegue divertir-nos, enervar-nos e enternecer-nos. Já Elissande é daquelas mulheres que temos de admirar e apreciar por não ter medo de fazer tudo para se proteger e à tia, pela sua ousadia cravada de timidez, pela sua inteligência e perseverança em lutar pelo homem que ama. A juntar a estes dois temos um leque de personagens que nos conquistam e tornam esta história muito mais do que pode parecer a primeira vista.


  Mais um romance magnífico de uma das minhas autoras preferidas do género, Promessas de Amor é um romance que encanta e nos deixa embrenhados na sua leitura. Sherry Thomas soma sucessos e espero ver mais dos seus livros publicados por cá. 

6*
 
As minhas opiniões dos outros livros da autora
O Fruto Proibido

Podem encontrá-lo aqui em formato ebook ou livro

2 comentários:

  1. Fiquei curiosa com o livro. O único livro que li da autora foi Um Amor Quase Perfeito, mas gostei muito. Irei com boas expectativas para este :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse foi o primeiro livro que li dela e adorei *.* Podes ir, é maravilhoso!

      beijinhos e boas leituras

      Eliminar