sábado, 21 de dezembro de 2013

Leitura Não Terminada *Dead Beautiful*

Título Original: Dead Beautiful (#1 Dead Beautiful)
Autor: Yvonne Woon
Editora: Disney-Hyperion
Número de Páginas: 464


Sinopse
 On the morning of her sixteenth birthday, Renée Winters was still an ordinary girl. She spent her summers at the beach, had the perfect best friend, and had just started dating the cutest guy at school. No one she'd ever known had died. But all that changes when she finds her parents dead in the Redwood Forest, in what appears to be a strange double murder.

After the funeral Renée’s wealthy grandfather sends her to Gottfried Academy, a remote and mysterious boarding school in Maine, where she finds herself studying subjects like Philosophy, Latin, and the “Crude Sciences.”

It’s there that she meets Dante Berlin, a handsome and elusive boy to whom she feels inexplicably drawn. As they grow closer, unexplainable things begin to happen, but Renée can’t stop herself from falling in love. It’s only when she discovers a dark tragedy in Gottfried’s past that she begins to wonder if the Academy is everything it seems.

Little does she know, Dante is the one hiding a dangerous secret, one that has him fearing for her life.

Dead Beautiful is both a compelling romance and thought-provoking read, bringing shocking new meaning to life, death, love, and the nature of the soul.


 Leitura Terminada na página 105

Razões porque não foi terminado
  Detesto torturar-me. Ou melhor, sou sádica mas não tanto. Dead Beautiful é constituído de clichés atrás de clichés, uma cópia de Crepúsculo igualmente mal escrita, com poucos diálogos, demasiada descrição, aborrecida até a morte com uma protagonista que é gémea da Bella Swan com toda a certeza. Aliás, nenhuma personagem tem personalidade e nem vou falar do estranhíssimo protagonista. A morte dos pais da protagonista até pode dar pano para mangas e a ideia da escola até é gira se a única coisa diferente não fosse apenas as disciplinas mas depois de tanto disparate, incongruências e oh banalidade, já sei onde isto vai terminar por isso, mais 300 páginas disto seria para eu ter também um ataque cardíaco. Não me parece. Fico-me por aqui que há de certeza coisas mais interessantes para ler.

Sem comentários:

Enviar um comentário