sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Opinião - Secrets for Seducing a Royal Bodyguard

Título Original: Secrets for Seducing a Royal Bodyguard (#1 The Renegade Royals)
Autor: Vanessa Kelly
Editora: Zebra Books
Número de Páginas: 359


Sinopse
 In this witty, sensual new series, Vanessa Kelly introduces the Renegade Royals, illegitimate sons of the Royal Princes who are finding their rightful places in society…

Accomplished spy Aden St. George prefers to stay away from the frivolous ton, especially after the way his mother was used by the Prince Regent. But his latest mission compels him to guard unconventional, vibrant Lady Vivien Shaw. Rescuing her from kidnappers was easy. Resisting her beauty is not. Duty demands he keep an eye on her—and naturally, his lips soon follow. For someone who views entanglements as a weakness, this is pure, delicious folly…

Though grateful for Aden’s help, Vivien has secrets she must keep hidden. Yet with her abductors still at large, she needs Aden’s protection almost as much as she craves his touch…


Opinião

  Considerada uma das “Novas Estrelas do Romance Histórico”, Vanessa Kelly tem já uma longa relação com o período da Regência, gosto que herdou da irmã mais velha que lhe deu a conhecer através dos livros de Georgette Heyer e que foi intensificado pela primeira vez que leu Jane Austen. Mais tarde, Vanessa iria acabar na faculdade a estudar obras de autores britânicos do século XVIII e início do XIX. Mesmo depois de ter deixado de estudar para trabalhar como investigadora para o sector público, Vanessa nunca esqueceu a Regência e quando decidiu deixar de escrever não ficção para escrever ficção, a escolha óbvia foi romances que se passassem nesta época.

  Hoje, é autora de seis livros, duas séries e vários contos. Com o marido, começou também a escrever romances contemporâneos sobre o pseudónimo de V.K. Sykes em que ela é responsável pelo vestuário das personagens e pelas partes românticas. Secrets of Seducing a Royal Bodyguard é o primeiro livro da sua segunda série e irá ser publicado em Janeiro próximo.

  Este livro foi a minha estreia com esta autora e, tenho a certeza, é uma experiência que não se ficará certamente por aqui. Num meio sobrelotado onde originalidade e presença são precisos, Vanessa Kelly é um nome a guardar, uma autora a ler e a apreciar e que irá certamente destacar-se pois ela percebe algo que algumas autoras do género esqueceram-se: as leitoras deste tipo de romance não precisam apenas de longas e bastantes cenas de sexo. Não. Precisam de romantismo, de aventura, de sensualidade, de sonhar. E é exactamente isso que Vanessa consegue com a sua escrita sonhadora e delicada, cheia de humor e com uma língua afiada, um romance que se destaca de tantos outros.

  O livro agarra-nos logo no início e a partir daí a leitura é voraz, pontuada por cenas de acção e conquista, vilões irritantes e um herói e uma heroína inesquecíveis. O romance não é o todo da história, muito pelo contrário, enquanto a intriga e a acção vão aumentando, o romance também vai crescendo gradualmente e, se os protagonistas têm uma atracção quase imeditata, já a paixão entre eles vai crescendo conforme se vão conhecendo e confiando um no outro, deixando o leitor ir também se apaixonando até torcer fervorosamente por eles. Ou seja, romance e intriga envolvem-se perfeitamente um no outro criando uma trama fluída e arrebatadora em que a parte romântica não é excessiva e os pormenores e restantes personagens não são esquecidos.

  O mistério apesar de puder ser adivinhado logo no início acaba por conseguir entreter o leitor já que é bem desenvolvido. Quanto aos momentos mais sensuais, a autora conseguiu mantê-las equilibradas bem como escrever algumas das cenas mais bonitas que eu já li neste tipo de livros. A autora consegue ainda utilizar alguns vícios e costumes da época de forma a criar um enredo mais interessante conseguindo ainda, criar curiosidade acerca dos restantes livros da série. Como pontos negativos tenho apenas a apontar o abuso de algumas expressões. Não é necessário estar sempre a repetir o mesmo, o leitor percebe à primeira e a repetição só serve para interromper o prazer da leitura. O outro ponto negativo é as grandes acções do protagonista parecerem motivadas pelas opiniões de outras personagens. Isso estragou um bocadinho o romance e havia de certeza outra forma de levá-lo a agir. 

  Personagens interessantes não faltam nesta história mas Aden e Vivien são mesmo os grandes protagonistas. A relação de ambos é enternecedora, cheia de humor e romantismo, discussão e respostas afiadas que trazem a romântica em mim ao de cima e que proporcionou os melhores momentos deste livro. Fiquei curiosa com o próximo protagonista, uma personagem misteriosa e assombrada pelo passado. As únicas personagens que não apreciei foram mesmo vilões que eram mais irritantes que outra coisa e a mãe da protagonista que me mexeu com os nervos.

  Vanessa Kelly tornou-se uma autora a seguir e é com bastante entusiasmo que aguardo o próximo volume.  


3 comentários:

  1. ai mulher tu agarra-me que é mais um que quero o.O Há em ebook?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. *Patrícia empurra Catarina*

      O livro só sai dia 7 de Janeiro, eu li pelo Netgalley mas sim vai haver uma Kindle version =p

      Eliminar