sábado, 25 de janeiro de 2014

Opinião - Angelfall

Título Original: Angelfall (#1 Penryn and the End of Days)
Autor: Susan Ee
Editora: Skyscape
Número de  Páginas: 284


Sinopse
 It's been six weeks since angels of the apocalypse descended to demolish the modern world. Street gangs rule the day while fear and superstition rule the night. When warrior angels fly away with a helpless little girl, her seventeen-year-old sister Penryn will do anything to get her back.

Anything, including making a deal with an enemy angel.

Raffe is a warrior who lies broken and wingless on the street. After eons of fighting his own battles, he finds himself being rescued from a desperate situation by a half-starved teenage girl.

Traveling through a dark and twisted Northern California, they have only each other to rely on for survival. Together, they journey toward the angels' stronghold in San Francisco where she'll risk everything to rescue her sister and he'll put himself at the mercy of his greatest enemies for the chance to be made whole again.


Opinião

  Susan já esteve em alguns dos sítios mais exóticos do mundo como Jerusalém e Costa Rica mas é a escrever que a sua imaginação realmente vai mais longe. Talvez por isso tenha deixado a advocacia.

  Em 2011 publicou o seu primeiro livro, Angelfall. Traduzido para oito línguas, foi nomeado para o Cybilis Award na categoria de Fantasia e FC e é o primeiro volume de uma série de cinco. A autora está a escrever o terceiro dos cinco livros da série.


  Brutal. É a primeira palavra que me vem a cabeça quando penso neste livro. Angelfall é sem dúvida o primeiro amor e a primeira ressaca literária deste ano, e muito provavelmente uma das melhores distopias que já li. Longe dos clichés, original e provocador de ataques cardíacos, o primeiro livro de Susan Ee é algo do outro mundo, o início de uma série que promete torturar-nos e viciar do primeiro ao último livro. A autora tem uma escrita viciante, cheia de sarcasmo e imaginação, que nos prende logo na primeira palavra e que nos deixa com a sensação de que precisámos de mais, muito mais, quando virámos a última página.


  Nada falta a este livro. Absolutamente nada. A leitura é fluída e pontuada por acção de cortar a respiração, reviravoltas que nos deixam de queixo caído e uma originalidade que arrebata qualquer leitor farto de clichés. A construção do mundo é complexa e bem pensada, cheia de pormenores que nos deixam arrebatados e o fim (aquele fim!) permite-nos perceber o quanto ainda nos espera, quantas perguntas sem resposta ficam na nossa mente amedrontada. Sim, este livro é tortuoso bem como cheio de um humor negro que alivia os momentos de maior tensão mas, por vezes, também bastante assustador.


  Distopia, thriller, fantasia, este livro tem um bocadinho de cada, o melhor de cada a meu ver. Uma história de sobrevivência onde anjos apocalípticos procuram destruição e vingança, onde coisas aterradoras se escondem nas sombras e onde segredos tenebrosos se escondem, esta narrativa marca pela originalidade cujo ponto alto são os anjos. Aterradores, saídos dos piores pesadelos do Velho Testamento, estes anjos são um exército que em nome divino declaram uma guerra à humanidade, uma guerra sem razão e cujos meios são demasiado assombrosos para quem tem coragem ou o azar de os encontrar pelo seu caminho.

  Mas, esta história não seria a mesma sem as suas personagens e, muito menos, sem a sua protagonista. Penryn é uma lutadora, uma rapariga inteligente e protectora, leal até a médula, uma verdadeira sobrevivente, capaz de fazer frente a quem quer que seja e a responder a quem se meter à sua frente. Ou seja, a protagonista que faltava, aquela que todos irão adorar, nem que seja pelas suas respostas mordazes. Acompanhada de Raffe, um anjo que nos fará adorá-lo e que nos levará à loucura pela sua falta de vontade de abrir a boca, de uma mãe louca e de uma irmã que trará surpresas, Penryn irá tornar-se a sua protagonista preferida.


  Primeiro livro de Susan Ee, Angelfall é uma estreia em grande e coloca a sua autora directamente na lista das minhas autoras preferidas e a sua sequência, World After, numa das continuações mais esperadas do ano. 

3 comentários:

  1. Para quando em Portugal?
    Gostei tanto da tua opinião que agora estou em pulgas :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei Milú =( Espero muito sinceramente que para breve!!

      Eliminar
  2. Será que toda a gente já leu este menos eu? Tenho que ver se trato disso e depois venho ca ler a opinião eheh

    ResponderEliminar