segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Opinião - Under the Wide and Starry Sky

Título Original: Under the Wide and Starry Sky
Autor: Nancy Horan
Editora: Ballantine Books
Número de Páginas: 496

Sinopse
 At the age of thirty-five, Fanny Van de Grift Osbourne has left her philandering husband in San Francisco to set sail for Belgium—with her three children and nanny in tow—to study art. It is a chance for this adventurous woman to start over, to make a better life for all of them, and to pursue her own desires.  Not long after her arrival, however, tragedy strikes, and Fanny and her children repair to a quiet artists’ colony in France where she can recuperate. Emerging from a deep sorrow, she meets a lively Scot, Robert Louis Stevenson, ten years her junior, who falls instantly in love with the earthy, independent, and opinionated “belle Americaine.”
           
Fanny does not immediately take to the slender young lawyer who longs to devote his life to writing—and who would eventually pen such classics as Treasure Island and The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde. In time, though, she succumbs to Stevenson’s charms, and the two begin a fierce love affair—marked by intense joy and harrowing darkness—that spans the decades and the globe. The shared life of these two strong-willed individuals unfolds into an adventure as impassioned and unpredictable as any of Stevenson’s own unforgettable tales.


Opinião

   Nancy Horan foi professora e jornalista antes de começar a escrever ficção, uma forma que a autora arranjou para entender o passado, interpretando e retratando o impacto de eventos reais nas vidas de pessoas reais nos seus livros. Loving Frank foi o seu primeiro, publicado em 2007, a que se segue este Under the Wide and Starry Sky, um romance que explora a relação do autor de A Ilha do Tesouro, Dr. Jekyll e Mr. Hyde e A Flecha Negra, Robert Louis Stevenson e da sua espirituosa mulher, Fanny.


  Mais do que um relato da vida e das viagens de Robert Louis Stevenson, mais do que a história por trás dos seus livros, Under the Wide and Starry Sky é uma história sobre fé, sobre duas pessoas completamente diferentes que se apaixonaram e que durante quase vinte anos, apesar dos atritos, se amaram incondicionalmente. Este livro é por isso uma história de amor, um retrato vívido e intenso de uma relação inesperada a que a autora conseguiu dar realismo e paixão num relato povoado de emoção e detalhe, onde nenhum pormenor da vida do autor e da sua esposa foi esquecido. Contada a duas vezes, esta narrativa é uma doce e fogosa sinfonia entre duas almas que se encontraram, que se amaram, por vezes se ressentiram, mas que nunca se abandonaram.  Com uma escrita cuidada e bela, por vezes doce, por vezes sombria, Nancy Horan dá-nos uma história de incríveis aventuras, de dissabores e de amor à vida.


  Mas, mesmo sendo uma história de amor, este livro não é povoado de romantismo, pelo menos não completamente. O enredo, pormenorizado e cuidado, por vezes denso, apresenta-nos não só a relação de R.L.S. e Fanny como também a vida familiar de ambos, as relações com o ciclo de autores de quem Stevenson se rodeava e que Fanny detestava ou não confiava, as ideias por detrás das maiores obras do autor, as viagens marítimas e a sua vivência em Samoa bem como noutros sítios e a doença de Robert e como ela influenciou a vida de ambos, são alguns dos elementos que enriquecem esta história e os quais a autora contou da forma mais fiel possível, não destacando nenhum em particular, conseguindo assim contar os momentos mais importantes da vida de ambos sem esquecer a paixão que os uniu e as fortes emoções de que o casal vivia.


  Para além disso, a história é povoada não só da intensidade do amor de Fanny e Stevenson como também da grande influência que Fanny tinha no marido, quer na sua escrita como foi o caso de Dr. Jekyll and Mr. Hyde ou no tratamento da sua frágil saúde. Ao contrário do que se poderia pensar, Fanny tem um papel de peso neste livro, não sendo relegada como apenas a esposa do autor de A Ilha do Tesouro. Não. É com ela que começámos e acabámos esta história e se conhecemos os dissabores e alegrias de Robert também os dela nos são contados, bem como ambos os pontos de vista quer em discussões ou questões importantes, quer sobre o trabalho de ambos.

  As personagens, tão ricamente descritas quanto as paisagens, acções ou emoções relatadas neste livro são intensas e tão reais quanto nós. Cheios de defeitos e qualidades são tão capazes de grandes falhas e insultos como dos mais graciosos elogios e dos maiores gestos. São humanas, para o bem e para o mal. A forma como Nancy dá vida a Robert Louis Stevenson é de se glorificar e penso que qualquer fã do escritor irá adorar conhecê-lo neste livro bem como a Fanny, Henry James e tantos outros.


  O único defeito deste livro acaba por ser alguma monotonia e demasiados detalhes pouco influentes para a história em certas partes o que as torna aborrecidas e faz com que o entusiasmo da leitura decaía na última parte do livro que acaba por ser mais parado.


  Mesmo assim, Nancy Horan consegue dar-nos um romance estonteante sobre a vida e o amor de um dos autores mais adorados e versáteis de gerações de leitores. Under the Wide and Starry Sky é um livro obrigatório para qualquer fã de Robert Louis Stevenson e para qualquer um que aprecie um bom romance histórico.


Sem comentários:

Enviar um comentário