sábado, 5 de julho de 2014

Colorindo a Literatura *TAG*

Original do blogue Mistery's Garden, esta TAG é colorida e divertida. Espero que gostem!


A TAG é dividida em duas partes:
  •  Na primeira parte responde-se a 10 pergunta associadas a 10 cores; 
  •  Na segunda parte tira-se uma foto de 10 livros com as lombadas da mesma cor que as 10 cores da primeira parte. Não é obrigatório fotografar 10 livros se não houver na estante livros de todas as cores mencionadas.



 1ªPARTE

Vermelho - A cor da paixão: Um livro com um romance arrebatador, de tirar o fôlego, e/ou com um romance que adoras.
Entre muitas histórias de amor tumoltuosas (é assim que mais gosto delas) decidi escolher a de Alexander e Tatiana de Um Grande Amor da Minha Vida e Tatiana, por tudo aquilo que eles passam para puderem ser feliz e porque, de facto, a química entre eles, o poder do seu amor, é capaz de nos inspirar.

Laranja - A cor quente: Um livro cuja ação se passa no Verão ou numa praia, à beira-mar, etc.
Vou escolher Irmãs de Verão, não só pelo título mas porque a história fala das férias, da praia e dos amores de Verão, entre outras coisas.

Amarelo - A cor mais alegre de todas: Um livro cujos protagonistas ou algumas das personagens secundárias mais importantes são crianças.
Escolho A Rapariga que Roubava Livros já que a protagonista, Liesel, é uma criança.

Verde - A cor da Natureza: Um livro ideal para se ler ao ar livre.
Por ser tão leve e divertido, Anna e o Beijo Francês parece-me o ideal.

Azul - A cor fria: Um livro cuja ação decorre numa época fria e/ou um livro cujo autor não mede as palavras e que tenha uma escrita crua e capaz de ferir o leitor (responder a uma ou às duas é opcional).
Pela sua escrita crua e absolutamente linda, escolho Anne Bishop, a minha autora preferida.

Roxo - A cor da magia: Um elemento de fantasia característico de um mundo literário que gostas (pode-se escolher outro mundo, como distopia, se nunca tiver lido fantasia).
Os desejos em Daughter of Smoke and Bone. Em troca de dentes é nos dado algo que podemos trocar por desejos. Conforme a qualidade ou tipo de dente, o desejo passa de algo insignificante a poderoso.

Lilás - A cor da imaginação: Um livro - ou livros - cuja imaginação do autor não revela limites. 
As Crónicas Lunares de Marissa Meyer, composta por Cinder, Scarlet e futuramente em Portugal, Cress, distingue-se pela orginalidade e pela imaginação ímpar da sua autora.

Cor-de-Rosa - A cor mais doce: Um romance leve e divertido.
Sienna e Nick de Duas Vidas. A sua história de amor é cheia de peripécias e acasos que nos fazem tanto torcer por eles como exasperar.

Preto - A cor negra, a ausência de luz: Um livro que aborda um tema pesado ou um livro muito escuro.
Por abordar a anorexia e bulimia, escolho Corações Gelados.

Branco - A cor clara, a presença de luz: Um livro com um final feliz que te agradou ou não.
O final da saga de O Legado de Kushiel é para mim o final ideal, mesmo que não seja o mais feliz.



2ª PARTE


Sem comentários:

Enviar um comentário