terça-feira, 28 de outubro de 2014

Opinião - Espera por Mim

Título Original: Where She Went (#2 Se Eu Ficar)
Autor: Gayle Forman
Editora: Editorial Presença
Número de Páginas: 216


Sinopse
Passaram três anos desde que o amor de Adam ajudou Mia a recuperar após o trágico acidente que vitimou a sua família – e três anos desde que Mia decidiu afastá-lo da sua vida sem lhe dar explicações. Quando uma noite os seus caminhos se cruzam na cidade de Nova Iorque, ambos têm a oportunidade de se confrontar com os fantasmas do passado e de abrir o coração ao futuro. Mas conseguirão perdoar-se um ao outro antes de cada um ter de regressar à vida tal como a deixaram?


Biografia
  Antes de ser escritora, Gayle foi jornalista. Começou na Seventeen com artigos sobre jovens e problemáticas sociais e de justiça e, mais tarde, tornou-se jornalista freelance para outras revistas como a Elle, a Cosmopolitan, Glamour, The Nation, entre outras. Em 2002, juntamente com o marido, fez uma viagem de um ano à volta do mundo e teve a oportunidade de conhecer pessoas bastante interessantes, como travestis no Tonga, obcecados por Tolkien, punks no Cazaquistão ou estrelas de hip-hop na Tanzânia. Esta viagem resultou no seu primeiro livro, um livro de memórias destas viagens e na decisão de ter um filho depois do regresso aos pequenos confortos da vida que deixará por um ano.

  E, assim, pode-se dizer que a sua filha Willa foi a ponte de rapagem para a sua carreira de escritora já que após o seu nascimento a carreira de jornalista freelance estava fora de questão. Gayle descobriu que dentro da sua cabeça estavam as viagens mais fantásticas da sua vida e quem iria levá-las a cabo seriam personagens dos 12 aos 20 anos. Começou a sua carreira no género young-adult com Sisters in Sanity, baseado num artigo que havia escrito para a Seventeen mas seria com Se Eu Ficar que se tornaria uma autora premiada.

  Espera por Mim é a sequela de Se Eu Ficar, cuja adaptação cinematográfica estreou este ano. Foi publicado em 2011 e está traduzido para onze línguas. Foi nomeado para dois prémios e foi o Goodreads Choice for Best YA Fiction de 2011.


Opinião
  Depois do abalo emocional que foi Se Eu Ficar, ler a sua continuação, seria certamente, igualmente doloroso, ou não tivessem Mia e Adam tocado os nossos corações com a sua história marcada pela tragédia. E assim foi. Mais uma vez, estas personagens foram capazes de nos devastar num livro que, aparentemente menos dramático, acaba contudo por nos mostrar que as sequelas da tragédia ficaram não só nos protagonistas, como também em nós leitores, que ainda chorámos o acidente que dizimou uma família. Espera por Mim é a forma de Gayle Forman nos falar sobre segundas oportunidades e perdão. É a sua forma de nos mostrar que a vida segue em frente, e outras vezes pára para sempre naquele momento. Com uma escrita doce e envolvente, a autora dá-nos as consequências, as palavras não ditas, as lágrimas derramadas, as memórias guardadas. Permite-nos descobrir o que aconteceu para, mais uma vez, nos partir o coração.

  Adam é a voz deste livro. Um Adam diferente daquele que conhecemos e amámos com Mia. Este é o Adam que alcançou os seus sonhos, que se tornou uma estrela de rock. É também o Adam amargurado a quem partiram o coração, que desistiu da vida e, um dia, perdeu a família do seu coração. Ele é o outro lado desta história, aquele que apanhou os cacos e teve de sofrer em silêncio, um dano colateral com ninguém para recordar ou chorar. Numa narrativa intensa, cheia de fúria e mágoa, Adam conta-nos como seguiu em frente, ou melhor, como vive a vida minuto a minuto dolorosamente desde a última vez que o vimos. Conta-nos como se sente entorpecido, fraco e obcecado, como leva uma vida decadente, como se tornou arrogante e amargurado. Como os seus sonhos se revelaram nada sem amor. Como viver a fama em solidão é uma derrota. Como o rancor e a tristeza o corroem por dentro. E com ele, voltámos a recordar e a sofrer, compreendemos como tantas vezes nos esquecemos que os que estão de fora também sofrem, muitas vezes em silêncio, porque também amavam mas não têm o direito de sofrer tanto como os outros.

  Mas no meio da amargura e da desilusão, há uma canção de esperança de fundo. Uma canção sobre segundas oportunidades e amores que não esmorecem. Um acaso do destino, uma noite a percorrer locais que trarão recordações, mágoas e saudades, onde finalmente as palavras não ditas rugem na noite com todas as emoções guardadas, perdidas, esquecidas. E chorámos então lágrimas amargas pelas confissões feitas, pelas explicações dadas e desculpas pedidas. Para depois, uma guitarra guardada nos fazer rejubilar de alegria. E, finalmente, a vida que parou, recomeça. Novas promessas são feitas. E a fúria e a dor dão lugar à esperança. Criam-se novos sonhos e um felizes para sempre.

  Espera por Mim é uma tempestade emocional que, de forma subtil, acaba por nos tocar ainda com mais força, pela mensagem que nos transmite. É uma continuação que não desvaloriza o livro anterior, antes nos mostra como as consequências magoam muitas vezes mais que a dor imediata. É o passado, o presente e o futuro em poucas mas, não menos marcantes, páginas.


As minhas Opiniões da Duologia

2 comentários:

  1. Mais um para a lista mas ainda tenho que ler o If I Stay. Tantos livros tão pouco tempo :(

    ResponderEliminar