sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Aquisições&Leituras *Fevereiro*

  Eh lá... Para onde foste Fevereiro?? 

  Não sei o que aconteceu, mas o mês passou a correr... E eu portei-me tão bem que só me apetece portar mal em Março (o que já comecei a fazer). 

  Sim, comprei poucos livros. Aliás, nem comprei. Aliás, eu não gastei dinheiro em livros este mês... O que se passa comigo??? Bem, seja o que for, não se preocupem, eu fiz uma encomenda no Book Depository esta semana, portanto estou bem e vão ver livros daqui um mês. Mesmo.

  Tirando isso, está tudo normal. Escrevi doze opiniões, estou a ler o 14º livro deste mês, cumpri com as rubricas e criei mais uma TAG.  Tenho dois desafios muito bem encaminhados e os ebooks do NetGalley estão quase todos lidos... Portanto, não há mesmo razão para alarme, podem respirar fundo!


Aquisições

 O Despertar do Mundo, Rhidian Brook
Legend, Marie Lu ~ Opinião
World After, Susan Ee
 Recebi os dois primeiros da parceira ASA e a continuação do Angelfall acabei por não gastar dinheiro nele porque... Negócios meus e da p7.

 Lost in a Royal Kiss, Vanessa Kelly
Conto de uma série que estou a seguir e que estava freebie na Amazon.


Os Melhores do Mês
Um deles ainda não tem opinião mas eu TENHO MESMO de o meter aqui. Mesmo.


World After, Susan Ee ~ Opinião em breve
Alienated, Melissa Landers ~ Opinião 


O Pior do Mês
Apesar de já ter lido alguns livros desta autora, este foi uma desilusão.

   Opinião 


As restantes Opiniões 


E...
Picture Puzzle #60 #61 #62 #63

Momento da Semana Harry Potter #10 #11 #12 #13

From Pages to a Movie *Philomena*

Diário da Maratona Literária I  *Plano de Leitura

TAG's Compra de Livros, O Livrofone, Namorados Literários (original do blogue),  Book Cake, Top 10 Livros Marcantes, Chocolates Literários

As Minhas Histórias de Amor Literárias

Under These Restless Skies Blog Tour

Resultados Passatempos ~ Aniversário I ~ Aniversário IIA Bibliotecária ~ No Limiar do Desejo


Próximas Opiniões


Diário da Maratona Literária I - Plano de Leitura



  Apesar de ser uma habitué nas Maratonas Literárias, a preparação para as Maratonas sempre foi pouca...ou nenhuma. Mas, como tenho feito listas de leituras mensais e tem corrido bem, decidi tornar-me organizada também com as leituras das Maratonas, a ver se corre melhor já que, nas últimas, tenho andado um bocadinho abaixo do meu número ideal de páginas lidas.

  E, assim, decidi "roubar" esta ideia a algumas meninas (que espero que me perdoem), já que acho uma ideia muito engraçada, mas para a qual não tinha muita paciência. Só posso esperar que esta "primeira vez" corra bem!

  Ora, a maratona (42ª edição das Maratonas de Equipa) começa às 00.00h de 1 de Março e termina as 23.59h de 9 de Março e, como calha na época festiva do Carnaval, o desafio opcional é ler um livro que tenha como cenário (ou referências) as grandes cidades carnavalescas como Nova Orleães ou Veneza, ou o Brasil. A minha equipa é a da Filipa, portanto, voltei às origens.


Quanto ao meu Plano de Leitura, é o seguinte:

A Hunger Like no Other, Kresley Cole (livro para o desafio ~ Nova Orleães)
White Hot Kiss, Jennifer L. Armentrout 
Stolen Songbird, Danielle L. Jensen 
Such Sweet Sorrow, Jenny Trout 
Requiem, Lauren Oliver 
Nove Mil Dias e Uma Só Noite, Jessica Brockmole


Este plano pode sofrer alterações, claro, e só espero conseguir ler isto tudo (por favor, vá lá!).

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Resultado Passatempo *No Limiar do Desejo*

Com o apoio da parceira Quinta Essência, tinha dois exemplares de No Limiar do Desejo de Eve Berlin, para vos oferecer!
 
   Ora, com a ajuda do random.org, das 128 participações válidas, os número escolhidos foram...


73. Patrícia (...) Pinto, Forte da Casa
98. Ana (...) Branco, Alfena 

   Muitos Parabéns à vencedora que irá receber em casa este livrinho!

Resultado Passatempo *A Bibliotecária*

  Com o apoio da parceira Planeta Manuscrito, tinha um exemplar de A Bibliotecária de Logan Belle, para vos oferecer!
 
   Ora, com a ajuda do random.org, das 151 participações válidas, o número escolhido foi...

41. Célia (...) Inácio, Lagoa

   Muitos Parabéns à vencedora que irá receber em casa este livrinho!

Momento da Semana Harry Potter #13

  Esta meme foi criada pelo blogue Uncorked Thoughts e o objectivo é partilhar personagens, feitiços, objectos e citações dos livros/filmes de Harry Potter, da própria J.K. Rowling ou algo relacionado. Em cada semana é escolhido um tópico, já tendo vários sido discutidos como podem ver aqui. O tópico desta semana é Salteador Favorito?

  Eu podia dizer-vos que tinha dúvidas e que esta foi muito difícil, afinal eu adoro os Salteadores... Mas não foi, porque eu tenho, de facto, um Salteador favorito apesar de, atenção, eu adorá-los a todos excepto o P.P., claro! Devido à sua história, à sua presença na história e à sua personalidade meio louca mas fixe que me faz tanto lembrar o meu tio mais novo, o meu favorito é...


Sirius Black


Quem mais poderia ser?

“But some part of him realized, even as he fought to break free from Lupin, that Sirius had never kept him waiting before. . . . Sirius had risked everything, always, to see Harry, to help him. . . . If Sirius was not reappearing out of that archway when Harry was yelling for him as though his life depended on it, the only possible explanation was that he could not come back. . . . That he really was . . .”

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Picture Puzzle #63




Regras:
  • Escolher um livro;
  • Arranjar imagens representativas das palavras dos títulos (uma imagem por palavra, ignorando os "e, o(s), a(s), de, etc.);
  • Fazer o post e convidar o pessoal a tentar adivinhar o livro;
  • Se estiver a ser difícil podem ser fornecidas pistas mas está ao critério do administrador do blogue;
  • As imagens não têm de literalmente representar o título
Podem consultar a rubrica nos seguintes blogues: Bookeater/Booklover


Puzzle #1

Pistas: autor português; 


Puzzle #2

 Pistas: traduzido para português; ficção histórica


segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Opinião - Algo Maligno Vem Aí

Título Original: Something Wicked This Way Comes
Autor: Ray Bradbury
Editora: Saída de Emergência
Número de Páginas: 304


Sinopse
O espetáculo está prestes a começar. O circo chega pouco depois da meia-noite, nas vésperas do Halloween. O que fariam se os vossos desejos secretos fossem concedidos pelo misterioso líder do circo, o Sr. Dark? O circo a todos chama com promessas sedutoras de juventude eterna e sonhos por cumprir… Dois amigos adolescentes, Jim Nightshade e Will Halloway, são incapazes de resistir às atrações. A sua curiosidade de rapazes fá-los descobrir o segredo oculto nos labirintos, fumos e espelhos do tenebroso circo. Inconscientes do perigo em que se veem envolvidos, uma terrível perseguição é posta em marcha e Jim e Will tudo terão que fazer para salvar as suas vidas. Mas, acima de tudo, as próprias almas...


Opinião

  Nasceu em 1920 em Ilinois. Morreu 92 anos depois, deixando mais de trinta livros, seiscentos contos e outros tantos poemas, ensaios e peças. Foi premiado com oO. Henry Memorial Award, o Benjamin Franklin Award, o World Fantasy Award for Lifetime Achievement, o Grand Master Award da  Science Fiction Writers of America, o PEN Center USA West Lifetime Achievement Award, entre outros. Durante setenta anos, Ray Bradbury impressionou com a sua coragem e visão, com a sua escrita floreada e as suas histórias imaginativas, não é de espantar então, que hoje seja um dos maiores nomes da literatura americana.

  Algo Maligno Vem Aí é uma das suas obras mais conhecidas, juntamente com Crónicas Marcianas e Fahrenheit 451, e é uma das muitas histórias que o autor contou passadas em Green Town, uma cidade baseada naquela onde Ray nasceu. Foi publicado em 1962 mas a sua concepção começou em 1955 quando o autor sugeriu ao seu amigo, Gene Kelly, que colaborassem num filme. Não houve financiamento, e The Back Ferris, acabou por se tornar uma história maior chamada Algo Maligno Vem Aí. Foi adaptado ao cinema pela Disney em 1983 com Bradbury a fazer o guião, em série de rádio, peça de teatro e outros formatos. Tem várias reedições nos E.U.A e está traduzido para vinte e cinco países.

  Considerada uma das obras maiores da literatura americana, e uma das melhores do autor, Algo Maligno Vem Aí é um caso bicudo, primeiro, porque não foi tão excepcional quanto estava à espera, segundo, porque descobri um autor cuja escrita me deixou extasiada. Bradbury tem uma escrita floreada, quase cantada, que nos provoca e encanta, que torna uma história simples em algo de extraordinário, que embeleza ou destruí. Isso foi o que mais adorei neste livro, a única coisa que realmente me apaixonou, a forma como o autor usava as palavras, as encaixava ou desmontava, criando ritmos, causando ambiente, fazendo feitiços. E, é isto, o que torna esta obra tão especial, como as palavras formam trocadilhos, coincidências ou, pura e simplesmente, magia.

  Feita de ilusões, horrores e desejos obscuros, esta narrativa é uma ode à vida, uma história do Bem contra o Mal, da Juventude contra a Velhice, do Medo contra a Crença. Complexa e enfeitiçante, fala-nos da magia maligna, da necessidade de acreditarmos, do poder dos nossos temores, através de um enredo tanto macabro como iluminador. Mas, mais do que isso, é uma lição sobre como devemos sempre sorrir face ao pesadelo, rir face à morte e em como, nunca, mas nunca, devemos acreditar em espelhos e fumos. Aparentemente simples, esta é uma história profunda e negra, aterrorizadora, sobre o crescimento, os sonhos e como os nossos desejos nem sempre são lineares, criada num ambiente gótico e nocturno, feita a partir da manipulação e do encanto, mas, principalmente, da tão singela diversão.

  Numa primeira leitura, sei que esperava algo mais e que no fundo, a leitura não correspondeu às elevadas expectativas iniciais mas, conforme vamos nos embrenhando mais e mais na leitura, o poder deste livro vai ficando cada vez mais visível.

  É preciso ler para perceber a magnitude do poder de Bradbury, a beleza das suas palavras, a importância das suas histórias. Algo Maligno Vem Aí é um conto de terror que impressiona, pela sua capacidade em nos arrepiar, pelas suas mensagens, por ser um carrossel de irreverência e beleza demasiado obscura e igualmente deliciosa. 

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Top 10 de Livros Marcantes *TAG*



  No facebook, está circular uma TAG referente ao TOP 10 de livros que nos tenham marcado. Decidi respondê-la através do blogue. A ideia é criar uma lista com 10 livros (ficção ou não-ficção), mas que tenham ou ainda sejam importantes para nós e deverão ser escolhidos sem se ponderar muito.
 

 

   Fui nomeada para esta "TAG" pela Jojo do blogue Os Devaneios da Jojo. Obrigada querida!! Agora... só dez livros marcantes?? Dez???
















quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Momento da Semana Harry Potter #12

  Esta meme foi criada pelo blogue Uncorked Thoughts e o objectivo é partilhar personagens, feitiços, objectos e citações dos livros/filmes de Harry Potter, da própria J.K. Rowling ou algo relacionado. Em cada semana é escolhido um tópico, já tendo vários sido discutidos como podem ver aqui. O tópico desta semana é O Melhor Feitiço?

Existem muitos feitiços úteis, outros engraçados e ainda os mais poderosos mas, de todos eles, o mais espectacular, para mim é Expecto Patronum. E, claro, o que me traz mais recordações.


"This ancient and mysterious charm conjures a magical guardian, a projection of all your most positive feelings. The Patronus Charm is difficult, and many witches and wizards are unable to produce a full, corporeal Patronus, a guardian which generally takes the shape of the animal with whom they share the deepest affinity. You may suspect, but you will never truly know what form your Patronus will take until you succeed in conjuring it."
- via Harry Potter Wiki


Opinião - Selling Scarlett

Título Original: Selling Scarlett (#1 Love Inc.)
Autor: Ella James
Editora: Barkley's Books
Número de Páginas: 426


Sinopse
 Elizabeth DeVille doesn't belong at a party like this - one where the gowns cost more than her Camry and cigars run higher than her grad school utility bills. Dragged out of seclusion by her best friend Suri, Elizabeth is merely playing dress-up, rubbing elbows with a crowd that banished her troubled family years ago.

Hunter West is tired. Tired of parties, tired of pretending, and tired of trying to right a wrong that haunts him every day. Bourbon heir and professional poker player by day, by night Hunter is gambling with his life in a high-stakes game of crime and blackmail.

When Elizabeth stumbles into Hunter's den of vices, she's a light in the darkness, a flame in the void. And, just like everything he touches, Hunter mars her in a record time. To rectify the damage done, Elizabeth needs money she doesn't have, and she's come up with a foolproof way to get it.

Follow Elizabeth - code-named Scarlett - to the lush Nevada brothel where she'll auction her virginity and risk the only thing that's not for sale: her heart. The highest bidder is a familiar face, with wicked hands and the devil's mouth. And a secret so dark that it could cost her life.


Opinião

  Ella James é uma autora indie do Colorado que escreve livros tanto para adultos como para adolescentes. É presença contínua nas listas de bestsellers da Amazon desde que publicou o seu primeiro livro em 2011, tendo já publicado onze livros.

  Selling Scarlet, a sua segunda obra mais popular, é o primeiro livro de uma nova série e foi publicado em Abril de 2013. A versão Kindle vai na quarta edição.

  Virgindades leiloadas, chantagem e Las Vegas, são os temas que fazem de Selling Scarlett um livro controverso mas também cheio de adrenalina, perigo e sensualidade. Ella James surpreende, nem que seja por tentar que este não seja só mais um romance de amantes torturados mas, também, uma história sobre os meandros mais obscuros da política e do negócio mais rentável de sempre, o sexo. Através de uma escrita vibrante e provocadora, a autora dá-nos uma leitura fluída, que mesmo tendo as suas falhas, consegue agarrar o leitor da primeira à última página pela intensidade e ousadia que rodeiam esta história.

  Bordéis, escravatura sexual e estrelas porno podiam ter feito desta uma história apenas centrada no sexo mas a autora, inteligentemente, foge do óbvio e acaba por incluir outros temas como o póquer, os segredos sujos dos políticos ou a vida degenerada levada pelos milionários e os seus vícios. Infelizmente, nenhum dos temas é bem explorado ou suficientemente explicado apesar do seu relevo para a história. Dá a sensação que a autora tinha excelentes ideias mas acabou por não conseguir delineá-las suficientemente bem, o que tornou o enredo confuso pela profusão de temas e não lhe deu a profundidade que poderia ter tido. A autora podia ter explorado melhor as competições de póquer, a rotina de um bordel, as consequências da droga, entre outros temas, mas acaba por lhes tocar superfluamente.

  O mistério que se desenrola durante toda a narrativa acaba por sofrer com isso, já que, apesar de ser interessante, acaba por ser bastante confuso. Seria preferível se a autora tivesse apostado mais no romance e nos temas que tenta explorar em vez de adicionar mais um elemento que acabou por desgastar a história e retirar-lhe fluidez. Em comparação, o romance é o ponto forte deste livro. A intensidade da relação de Libby e Hunter é muito bem explorada e a autora não caí nos típicos exageros, apesar de ambos serem duas pessoas com passados complicados. O amor entre os dois é bonito e sensível e, não deixando de passar pela atracção sexual, acaba por ser mais sobre confiança e salvação do que destruição ou obsessão, o que é bastante favorável numa história em que o sexo e as suas vertentes mais obscuras estão bem intricados.

  Também existem demasiadas personagens nesta história, demasiadas relações, que acabam por ajudar a tornar o enredo confuso. Penso que a maior parte delas não traz nada para a história e não precisavam de existir. Em compensação, os protagonistas são uma dádiva. Libby surpreende pela sua força de vontade e sensatez e, Hunter, por não ser o típico protagonista atormentado, não sendo nem obsessivo nem possessivo, mas sim preocupado e sensível. Como casal convenceram e gostava que a autora se tivesse concentrado mais neles.

  Se fosse uma história mais simples, Selling Scarlett teria tudo para ser um bom romance, pois não lhe falta irreverência e ousadia.