sexta-feira, 31 de julho de 2015

Aquisições&Leituras *Maio, Junho, Julho*

  Depois de tanta promessa e de tantos meses desaparecida heis que estou de volta e cheia de energia!! E de livros novos também *.*

  Foram meses complicados estes. Não li, não conseguia escrever, não liguei o pc durante dias ou semanas já nem sei... E à dada altura não era falta de vontade de voltar, era não saber como! Perdi o ritmo, achava que tinha perdido o jeito e sentia-me tão mas tão desorientada... E então puff! Numa manhã fiz passatempos, divulgações e a opinião que mais me custou escrever até hoje foi feita em meia-hora. Por favor, uma colher de chá para eu cortar os pulsos porque isto não é normal. Tanta deprimência para depois voltar como se nada tivesse acontecido. Ninguém merece...

Enfim, o que lá vai lá vai. O que interessa é que: ESTOU DE VOLTA!!!!



Aquisições

Maio
 Rainhas Malditas, Cristina Morato
A Marca de Atena, Rick Riordan
Oferta da parceira Planeta Manuscrito, estes dois meninos são muito diferentes um do outro mas igualmente desejados. O Rick Riordan é já um autor obrigatório e não vejo a hora de chegar a esta série. Já o Rainhas Malditas toca-me directamente ao coração pois são muitas as minhas personagens históricas favoritas que figuram neste livro. 

 An Ember in the Ashes, Sabaa Tahir
A Court of Thorns and Roses, Sarah J. Maas
The Girl at Midnight, Melissa Grey
Meses, meses, tantos meses passei eu a sonhar com o momento em que estes três desgraçados iam chegar cá a casa e podem crer que, pelo menos pelas capas, bem valeu a pena! Tanto a Sabaa como a Melissa são autoras estreantes e são, sem dúvida, as que mais quero ler este ano. A Melissa porque comparam o seu livrinho a não outro senão o magnífico Daughter of Smoke and Bone e isso para mim já me bastava mas a sinopse, ainda por cima, faz-me salivar. No caso da Sabaa, fantasia inspirada na Roma Antiga? Estou completamente nessa! E depois a Sarah que vocês sabem que eu adoro até ao infinito, com nada mais, nada menos, do que um retelling de A Bela e o Monstro. Resumindo: Maas+ABeoM = Orgasmo Literário.

 O Ano em que Nos Amámos Perigosamente, Julia London
E heis que aparece no nosso país uma autora que ando para ler à séculos. Fiquei muito feliz e espero lê-lo em breve! Foi oferta da parceira Quinta Essência.

 End of Days, Susan Ee
Um dos finais mais esperados por mim este ano, este livro vai provavelmente matar-me de ataque cardíaco. É que vocês não sabem, mas a Susan é demoníaca. Muito.


Junho
Um Acordo Muito Sedutor, Maggie Robinson
O Lago dos Sonhos, Juliet Marillier
Mais uma vez pude contar com a generosidade da Planeta Manuscrito, que me enviou estes dois livrinhos. O da Maggie convenceu-me por se passar na mesma época de Downton Abbey e eu ainda não ter lido romances suficientes nessa época. O outro... É DA JULIET!!!! OH MEU DEUS ESTE LIVRO CHEGOU FINALMENTE A PORTUGAL!!! *fim da histeria* 

 Amor Cruel, Colleen Hoover
Confissões de Catarina de Médicis, C.W. Gortner
A Topseller é assim muito querida e ofereceu-me estas duas novidades de dois autores que, apesar de distintos, fazem parte da minha lista de eleição. Estou desejosa de ler este livro da Colleen porque toda a gente farta-se de falar nele e parece-me que é viciante como tudo. E por favor, alguém me pode dar um aleluia por eu finalmente ter um livro sobre a Catarina de Médicis?? Sim, eu sei que a minha pancada por rainhas "más" pode ser considerada estranha. Mas não é. De todo.

 Hidden Huntress, Danielle L. Jensen
Royal Wedding, Meg Cabot
Depois de ter adorado o Stolen Songbird o ano passado, claro que eu precisava da sequela para... bem para o dia em que acabei o primeiro, verdade seja dita. Tenho a certeza que a Danielle se ultrapassou neste livro, porque tenho uma fé gigantesca nela e acho que ela é das coisas mais maravilhosas que existem neste momento na fantasia YA. E uns bons aninhos depois, regresso a série que marcou a minha infância/adolescência juntamente com Harry Potter: O Diário da Princesa. Aqui entre nós, tenho umas saudades doidas da Mia e, ao mesmo tempo, é assustador pensar que ela cresceu, que nós crescemos e que já se passaram tantos anos desde que eu me ria sozinha às gargalhadas com as neurosices dela. Tive muitas saudades tuas Mia, sua desgraçada!


Julho

Algo Maravilhoso, Judith McNaught
Aquele Beijo, Julia Quinn
Ligeiramente Tentador, Mary Balogh
As ofertas da ASA e únicas aquisições deste mês são aquilo a que eu chamo o trio-rosa-preferido-da-tipa-que-nem-gosta-de-rosa. Porque meus amores deixem-me que vos explique: É A JULIA E A JUDITH!!!!!!!!!!!!!! Que são só, só duas das minhas autoras preferidas neste género. Claro que também gosto da Balogh... Só não é com a mesma obsessão.



Swag

 A Danielle L. Jensen é uma querida de todo o tamanho e, mais uma vez, andou a enviar material autografado para os fãs. Já vos disse que adoro o raio da capa do Hidden Huntress?!



Os Melhores do Tempo da Hibernação

Em Março:

Tal como disse nas longíquas Aquisições&Leituras *Março*:

"Vai ser a próxima opinião a ser publicada aqui no blogue e, sem qualquer dúvida, não só uma das melhores sequelas de sempre, como um dos melhores livros de sempre! Laini Taylor é uma autora extraordinária e única que ultrapassa qualquer barreira de género ou faixa etária."

Ora bem, finalmente há opinião!



Em Abril:

Foram poucos mas bons os livros que li no início deste longíquo mês. Cress, o estonteante terceiro e penúltimo livro de uma saga que adoro cada vez mais; Só Se Ama Uma Vez, o início de uma saga familiar tão adorável quanto os Bridgerton mas muito mais escandalosos; e Quando Éramos Mentirosos, um dos livros mais surpreendentes e de cortar a respiração que alguma vez li.

                                             Opinião          Opinião          Opinião



E os Piores...

Não houve!



As Outras Opiniões

Incontrolável, Sylvia Day
- O meu livro preferido até agora deste autora, Incontrolável surpreendeu-me pelas diferenças que apresenta de outros livros do género bem como pelo casal protagonista e a história que retrata.

Uma Nova Esperança, Colleen Hoover
- Não que não tenha gostado, afinal este livro é Um Caso Perdido, que adorei, mas contado de outra perspectiva. Só que o livro acaba por ser uma repetição do primeiro e não me agradou muito a perspectiva da personagem que o relata. Aliás, eu gostava dessa personagem e agora nem por isso.



E...

Próxima Opinião


Sem comentários:

Enviar um comentário